QUANTAS RELIGIÕES EXISTEM?

21/12/2009

 

O número de religiões existentes, mesmo sem falar das que já desapareceram, é impossível de contar.  Há muitos milhares e, até se calcula que existam talvez milhões.  Elas surgem e acabam como as espécies de vida.


"O que é uma religião?

Religião é um conjunto de crenças que compartilham códigos morais e fazem uso de forças sobrenaturais, divinas, sagradas e transcendental. No budismo e no hinduísmo a religião é chamada como dharma. As religiões podem ser monoteístas, crendo na existência de apenas um deus, ou politeístas, crendo em dois ou mais deuses. Deus, para as religiões, é um ser intocável e de percepção impossível diante os sentidos do homem, capaz de causar acontecimentos imprevisíveis e impossíveis. Podemos dizer que há duas divisões para os religiosos: sacros e profanos. Os sacros são aqueles ou aquilo que mantêm uma relação com Deus, já os profanos são aqueles ou aquilo que não mantêm nenhuma ligação. Então a ação de profanar, é tido como inconcebível para os religiosos. É ainda confuso a definição exata de RELIGIÃO.

Quais as religiões que existem no mundo?


Seria impossível listar exatamente todas as religiões que existem no mundo. Existem milhares ou milhões de crenças espalhadas pelo mundo, algumas dessas praticadas por apenas centenas de pessoas, tornando-se impraticável a contagem dos mesmos. Seguindo ao pé-da-letra a concepção de religião e sendo um pouco egocêntrico, chegamos a apenas 9 religiões. Todas elas partem do coceito comum que são transcendentais e utilizam de forças divinas.

São 9 as religiões principais no mundo. Elas:

Cristianismo: com cerca de 2100 milhões de adeptos, essa é a religião mais comum e mais polêmica. Monoteísta, baseia-se nos ensinamentos de Jesus, estes recolhidos no Evangélio, parte do Novo Testamento. Para os cristãos, Jesus é o messias e por ele fazem referência como Jesus Cristo. Nasceu no século I como seita do judaísmo, compartilhando textos como o Tanakh, denominado pelos cristãos como Velho Testamento. É considerado uma religião abraâmica. Acreditam na vida após a morte e na salvação para a vida eterna. Os cristões se reúnem em Igrejas. As Igrejas são dividas em Católica, Protestante e Ortodoxa. É nesse ponto que muitos costumam errar na nomeclatura. Catolicismo, ortodoxismo e outras denominações não são religiões, e sim igrejas de uma única religião. Jesus, para ele é humano e divino. Crêem na trindade (doutrina para Deus em três pessoas distintas: Pai, Filho e Espírito Santo) e na ressureição.

Denominações: Nestorinanismo, Igreja Ortodoxa Oriental, Igreja Ortodoxa, Igreja Católica, Anglicanismo, Protestanismo, Anabaptistas, Restauracionismo. No Protestanismo, são distintos históricos: luteranos, anglicanos, prebiterianos, metodistas, batistas; destintos pentecostais: Assembleias de Deus, O Brasil para Cristo, Congregação Cristã, Igreja Cristã Maranata e a Igreja do Evangelho Quadrangular; destintos neopentecostais: Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Apostólica Renascer em Cristo, Igreja Internacional da Graça de Deus, Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, Igreja Evangélica Cristo Vive, Igreja Cristo Vive, Manancial Vida, Igreja de Nova Vida, Comunidade Cristã, Igreja Bola de Neve e a Igreja Unida, entre outras.

Islã (ou islamismo ou islão): A segunda mais importante religião, chegando a 1300 milhões de adeptos. Monoteísta, surgiu no século VII na Península Arábica, baseada nos ensinamentos do profeta Maomé e na escritura sagrada do Alcorão. Para os muçulmanos, a religião nasceu quando Adão surgiu, ou seja, desde o nascimento, onde foi o primeiro profeta, Maomé então seria o último. Para chegar à salvação, basta acreditar em um único Deus (chahada), rezar cinco vezes ao dia (Salá), cumprir um jejum anual no mês do Ramadão (Saum), pagar dádivas rituais (Zakat) e ir ao menos uma vez à Meca peregrinar (Haj). O Deus chama-se Alá, e crêem em anjos de Alá. Crêem também nos livros sagrados de Torá, Salmos e Evangelho. O Alcorão é o livro sagrado. Acreditam no dia do julgamento final e na predestinação.

Denominações: Sunitas, Xiitas e Kharijitas

 Hinduísmo (ou Sanātana Dharm): tradição religiosa originada do subcontinente indiano que abrange o bramanismo, crendo na Alma Universal. Dentre as seis divisões históricas (darshanas), somente duas sobrevivem, a Ioga e Vedanta. As principais divisões hoje são: vixnuísmo, xivaísmo, smartismo e shaktismo. Os temas discutidos pelos religiosos são o dharma (ética hindú), samsara (ciclo nascimento, morte e renascimento), karma (ação e reação), moksha (libertação do samsara) e as iogas. São os quatro objetivos de vida (purushartha): kama, artha, dharma e moksha. São os quatro estágios da vida humana: Brahmacharya, Grihasthya, Vanaprastha e Sanyasa. O hinduísmo é fortemente lembrado como a mais antiga tradição religiosa. Crêem no caminho eterno e no ioga (união). As vacas são sagradas porque na antiguidade o povo védico necessitava delas para seus sustentos, como a produção de laticínios e a aragem. Por isso, cerca de 30% dos hindus são vegetarianos. Suas formas de adoração são os murtis e mantras. O Hinduísmo não é politeísta, mas não é um monoteísmo restrito.



Budismo: mais que uma religião, é uma filosofia baseada nos ensinamentos de Sidarta Gautana. Conta com certa de 380 milhões de seguidores, é uma religião conhecida em todo mundo pela sua cultura. Para certos pesquisadores e estudantes, o budismo pode não ser considerado como religião, porque não existe um Deus criador, dogmas e proselitismo. O budismo é o caminho para o crescimento espiritual, através dos ensinamentos de Buddhas. Seus ensinamentos básicos: evitar o mal, fazer o bem e cultivar a mente, objetivando o fim do ciclo de sofrimento (samsara) e o caminho da libertação (nirvana). Para se eliminar a dor, deve-se eliminar o desejo. Os treinamentos mentais destinguem a disciplina moral (sila), a concentração meditativa (samadhi) e a sabedoria (prajiña). Os budistas não negam a existência de seres sobrenaturais, mas não atribuiem-os tributos de criação ou destruição. Os símbolos do budismo são a flor de lótus e a cruz suática.



Sikhismo: Religião monoteísta fundada em Penjab por volta do século XV pelo Guru Nanak. Baseado nos ensinamentos de 10 Gurus e tendo Guru Granth Sahib como 11° e último Guru, um livro sagrado. Deus, para os adeptos, não possue forma e é eterno, e é o criador do mundo e dos seres. O sikhismo explica que o homem é separado de Deus no cíclo do renascimento (samsara) devido ao egocentrismo. Acreditam no karma (pensamentos positivos geram ações positivas) e que ações negativas geram infelicidade e renascimento para seres inferiores (animais, plantas etc.). Os templos recebem nome de Gurdwaras. Um rito comum: ao nascer, o bebê é levado a uma gurdwara e é aberto uma página qualquer do Guru Granth Sahib. Então, o nome da criança começará com a primeira letra da primeira palavra da página esquerda do livro. Os homens e mulheres que cortam seus cabelos são chamados de patit, ou renegados. Pussue cerca de 23 milhões de adeptos.


Judaísmo: Religião do povo Judeu e mais antiga das principais religiões monoteístas surgiu da religião mosaica. O Deus é chamado de YHWH ou Adonai ou HaShem. Segundo os judeus, Israel foi escolhido para receber o Torá (ensinamentos desse Deus). Deus é um criador ativo e de influência, e o judeu é o único com linhagem para ter um pacto eterno com Deus. É comum o uso do hebráico como língua litúrgica. Cerca de 15 milhões de adeptos, os judeus não são obrigados a seguir o judaísmo, mesmo que o judaísmo só possa ser praticado por judeus. Acreditam na ressureição e na vida além-morte.


Espiritísmo: Crêem na existência de um espírito imortal, na reencanação e na intermediação entre o mundo espiritual e o mundo real através de um Médium. Para os espíritas, o homem é um espírito ligado a um corpo através de uma alma. Esse espírito é imortal e a reencarnação é o processo natural que permite vidas sucessivas. Cerca de 15 milhões de adeptos. No Brasil, é comum vermos o Candomblé e a Umbanda, que são cultos afro-brasileiros que possuem ligações com a Doutrina Espírita.

Denominações: Espiritismo Kardecista, Cultos Afro-brasileiros, Racionalismo Cristão, Espiritismo Ramatisiano, Conscienciologia e Renovação Cristã.

 

Fé Bahá’i: Fundada por Bahá’u'lláh em 1844 na antiga Pérsia. Não possui dogmas, rituais, clero e sacerdócio. Os seguidores são chamados como Bahá’u'lláh e baseam-se no contínuo progresso da civilização e no respeito à humanidade. É uma religião monoteísta e crêe que Deus é o criador de tudo e de todos. Deus é eterno e inacessível. Os Manifestantes de Deus são mensageiros divinos e vieram para educar a humanidade. Acreditam ser a religião única e verdadeira e para isso, religião é uma palavra que não tem plural. É extremamente contra qualquer tipo de preconceito ou desrespeito à humanidade, como a extremidade entre ricos e pobres, guerras e corrupções. Possue um calendário com 19 meses com 19 dias cada, completando um ano a cada 365 dias. Os Bahá’ís são perseguidos em países islâmicos. Obtem cerca de7 milhões de adeptos.


Jainismo (ou Jinismo): Uma das religiões mais antigas da Índia. Como o budismo, crêe em um único Deus mas não atribui a ele atributos de necessidade e figura central. Acredita-se que surgiu no século V a.C. devido as ações de Mahavira. Constitui cerca de 4 milhões de adeptos, que devem combater a paixões em busca da libertação. Uma visão duelista, é necessário ascetismo para a purificação. O tempo é infinito e cíclico. O universo é dividido em cinco mundos habitados por determinados seres. O universo é eterno e não foi criado por nada e ninguém e os mundos são siddhashila (onde habitam as almas libertadas), madhyaloka (possuem continentes e um deles onde o ser humano habita), adholoka (sete infernos), nigoda (habitado por seres inferiores).

Algumas que não foram enquadradas como principais, mas que também possuem cultura e éticas profundas e concretas:

-> Zoroatrismo
-> Sabeísmo
-> Confucionismo
-> Judaísmo
-> Protestantismo
-> Taoísmo
-> Xintoísmo
-> Wicca
-> Paganismo
-> Satanismo
-> Tenrikyo
-> Thelema
-> Testemunhas de Jeová
-> Messiânica"
Fonte: Wikipédia
 

Observação: as duas denominações listadas, "Protestantismo" e "Testemunhas de Jeová" são simples versões do Cristianismo.  E o número de divisões do Cristianismo é muito maior do que o citado acima. Tais como as espécies de seres vivos, milhares de religiões existiram e foram extintas, e sempre estão surgindo novas.

 

Ver mais sobre RELIGIÃO

 

..

.